Aniversário do Município de Engenheiro Paulo de Frontin

O Município de Engenheiro Paulo de Frontin, tornou-se Município em 4 de outubro de 1963, após emancipação da cidade de Vassouras. Atualmente faz divisa com as cidades de Mendes, Vassouras, Paracambi, Miguel Pereira e Japeri.

Engenheiro Paulo de Frontin está situado na Região Centro Sul do Estado do Rio de Janeiro. A população estimada pelo IBGE em 2019 foi de 14.002 habitantes. Ocupa uma área de 139,381 km², os habitantes se chamam fronteense. A densidade demográfica é de 99,57 hab/km² no território do município.

A cidade nasceu de um entreposto comercial entre Minas Gerais e o Rio de Janeiro que se transformou na Vila de Rodeio, ponto convergente entre estes estados e São Paulo. A povoação floresceu no fim do século XIX com a construção da Estrada de Ferro de D. Pedro II, que passou a cortar a vila.

Mais tarde, em 1943, passou a chamar-se Soledade de Rodeio, e em seguida (1946) Engenheiro Paulo de Frontin, em homenagem ao responsável pela duplicação da linha férrea, especialmente pelo Túnel 12 ou “Túnel Grande”, que possui 2.245 metros de comprimento.

A 22 km da Rodovia Presidente Dutra (BR 116) e 85 km da Capital do Estado, a cidade do Rio de Janeiro e localiza-se na latitude 22º 32′ 59″ sul e longitude 43º 40′ 42″ oeste a uma altitude de 395 metros. Engenheiro Paulo de Frontin, está situado na região Centro Sul do estado, na Serra do Mar, com riqueza ambiental e clima que lhe proporcionam qualidade de vida diferenciada, repleta de vida da Mata Atlântica, localizada no histórico Vale do Café.

O município está dividido em dois distritos: Sacra Família do Tinguá e Morro Azul. O município é integrante da região turística do Vale do Café.

O maior potencial econômico da cidade é o turismo, pois ocupa uma região montanhosa de beleza magnífica. O clima de tropical de atitude confere à cidade temperaturas amenas e chuvas suficientes ao longo de todo o ano. Há reservas de Mata Atlântica onde é possível visualizar animais silvestres em seu habitat natural, cachoeiras e lagos, fato que rendeu à cidade, a partir de 1995, por meio de lei estadual, o cognome de “Cidade Verde”. O município dispõe ainda de uma rede hoteleira bem formada.

Segundo dados da SESEG/RJ – Secretaria de Estado de Segurança do Rio de Janeiro, o município possui baixíssimo índice de violência, sendo o 2° menor de todo Estado do Rio de Janeiro, o que fortalece a qualidade de vida com toda segurança.

Portal C3 | Portal C3 Oficial | Comunicação de interesse público | ComCausa

João Oscar

João Oscar é militante de direitos humanos da Baixada e jornalista comunitário.