Capa de Single de banda punk remete a pastor do Ministério da Educação

A capa do ‘Cruzada da Esperança’, single da banda punk Desordem S.A., traz a imagem de um estudante que promoveu protesto em frente ao Ministério da Educação, remetendo a acusação de que o então ministro pastor Milton Ribeiro, receberia propina para a liberação de verbas do MEC em barras de ouro.

A banda Desordem S.A. surgiu a partir do reencontro do reencontro de um grupo de amigos que decidiram resgatar parte da história do punk carioca através da releitura das músicas da banda Desordeiros. Nesta sexta, dia 30 de abril a partir das 21 horas no canal do Youtube do Rock ComCausa as músicas.

Capas atuais de músicas antigas

Hoje o grupo disponibilizou as capas dos singles e do “Mini-LP” (uma brincadeira da banda), das primeiras músicas lançadas: ‘Mundos à Destruir’, que fala da violação da natureza – tema que já era preocupação do movimento punk desde sua criação -, e ‘Cruzada da Esperança’, que ironiza a exploração da fé, Ambas gravadas originalmente para o primeiro disco do Desordeiros de 1987.

Clip com denúncia ambiental

Já em ‘Mundos à Destruir’, foi montado um webclip com imagens de 40 anos de desastres ambientais. A capa também do single, faz referência às queimadas que assolam nossas áreas verde.

Estúdio de gravação se destaca na Baixada

As músicas serão lançadas na sexta-feira, dia 30 de setembro, a partir das 22 horas, no canal do Youtube do Rock ComCausa.

Desordem S.A

A banda Desordem S.A. surgiu a partir do reencontro de Adriano e Luiz em uma audiência pública da Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj). Antigos integrantes do movimento punk rock e metal do Rio de Janeiro, veio a proposta de se juntar e produzir música. Se juntou a ele, o guitarrista Ricardo e Ronaldo Chorão, antigo vocalista do Gangrena Gasosa. Para formar o grupo, que tinha três vocalistas, Adriano Dias convidou o baterista André Drack e o baixista da banda Sonâmbulos, Adriano Cavalo. A finalidade era resgatar parte da história do punk carioca através da releitura das músicas da banda Desordeiros, surgiu assim o Desordem SA.

Os ensaios começaram no Estúdio Pardal, em Marechal Hermes. Após alguns encontros, o grupo toca ao vivo abrindo na comemoração dos 40 anos do Cólera, e nos 20 anos do Cara de Porco.

Depois de algumas interrupções, devido à pandemia, no qual o grupo passou a se referenciar “Grupo de Risco SA”, devido à idade média de seus integrantes, finalmente no final de 2021 começaram as gravações de 10 músicas do Desordeiros no Estúdio Lux, do músico e produtor Claudio.

Veja a entrevista do Desordem SA no canal do Rock Oculto do dia 03 de agosto de 2020, confira aqui:

O Rock Oculto é uma iniciativa que divulga – através de entrevistas e matérias em vídeo -, a cena independente do Rio de Janeiro de do Brasil. As conversas ficam disponíveis nas redes do Rock Oculto e Rock ComCausa.

Para se inscrever no seguir o canal do Youtube do Rock Oculto, acesse o link > https://www.youtube.com/channel/UCAxhcc2mumyfV7SCFSVu48Q

Página do https://rmareporter.wixsite.com/rockoculto ou em www.comcausa.net/rockoculto

Portal C3 | Comunicação de interesse público | ComCausa

Débora Barroso

Estudante de ciências sociais e colaboradora da ComCausa.