Cólera lança música nova no dia dos 60 anos de Redson

A banda Cólera é um patrimônio do rock nacional que influenciou corações e mentes de milhares de pessoas Brasil a fora em mais de quatro décadas de atividade.

O grupo paulista foi um dos percursores do punk rock nacional tendo o respeito do movimento alternativo em todo o mundo. Mas em 2011 o Cólera teve a triste perda de um de seus criadores, o vocalista e guitarrista Redson Pozzi deixou a cena precocemente aos 49 anos. Após algumas reflexões, a banda decide continuar no seu caminho tendo nos vocais Wendel e Fabinho na guitarra, que se se juntando aos clássicos – não vamos dizer antigos -, integrantes do Cólera, o baixista Val e o baterista Pierre Pozzi, continuaram na estada da música.

Uma das primeiras missões do grupo foi concluir o disco ‘Acorde! Acorde! Acorde!, que Redson, ainda e vida, tinha praticamente construído junto com seus colegas de banda. O disco foi lançado em 2018 e está disponível pelo EAEO Records.

A banda continuou firme na estrada em centenas de shows e agora apresentou a primeira música composta pela nova, entre muitas aspas, nova formação. Com a sonoridade que honra toda sua história, pouco se distingue dos chamados ‘antigos tempos do cólera’, sendo “Repetição Constante”, um punk rock hardcore de coração pulsante do estilo do verdadeiro Cólera. 

Hoje, dia 15 de setembro de 2022 Edson estaria completando 60 anos e a banda escolheu esta data para apresentar a nova música que pode ser conferida abaixo.

Quem quiser contato é só entrar nas redes sociais do cólera

Seriam 60 anos de Redson

Hoje o grande poeta punk Redson Pozzi estaria fazendo aniversário, 60 anos.  Fundador de uma das mais importantes bandas da história do rock brasileiro, o Cólera, influenciou corações e mentes na visão de outro mundo.

Com coerência até o fim, postura e mensagens pacifistas, muito antes de vários movimentos já propagava “Pela Paz em Todo Mundo” e “Verde não Desmate”, temas de discos visionários e revolucionários tendo em vista a condição que as produções foram feitas ainda na década de 1980.

Chamada para o show de homenagem a Redson no StudioB, em Nova Iguaçu.

Com os anos o acervo musical, os shows foram se tornando parte de um legado que vai para muito além do punk rock.

Em 2011, aos 49 anos, Redson nos deixou devido a problemas de saúde. Mas a memória de suas ideias ainda repercutem por milhões de admiradores de sua arte pelo mundo.

Vídeo cobertura do show em homenagem à Redson no StudioB, em 2012.

Portal C3 | Portal C3 Oficial | Comunicação de interesse público | ComCausa

Adriano Dias

Jornalista militante e fundador da #ComCausa

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *