Dia do Irmão

Quando se fala de irmão, podemos nos referir tanto ao filho dos nossos pais, ou seja, que temos grau de parentesco, como também aquela pessoa especial, considerada um grande amigo e que você sente como se fosse um membro da sua família.

No universo cristão, os “irmãos” são todos os nossos “próximos” que, diante da doutrina divina, são “filhos” de um mesmo Pai: Deus.

Por que 5 de setembro é o dia dos irmãos?

No Brasil, o dia do irmão é tradicionalmente celebrado em 5 de setembro. No entanto, não há um registro que oficialize a data no país.

O dia surgiu por iniciativa da Igreja Católica, que homenageia o aniversário de morte da missionária Madre Teresa de Calcutá, desde 2007 – data que completou 10 anos do seu falecimento.

No contexto religioso, o sentido da palavra “irmão” está ligada ao “próximo”. Portanto, esse dia serve para incentivar as pessoas a repensarem as atitudes perante os outros seres humanos, sendo mais humildes, companheiras e gentis.

O dia do irmão é uma data bastante celebrada na Índia (durante o mês de agosto). Lá, os hindus fazem um ritual de oferenda entre irmãos e irmãs de uma família, simbolizando a união e proteção entre eles.

Os dois conceitos do Dia dos Irmãos se misturaram no Brasil, sendo comemorado na data da morte de Madre Teresa de Calcutá (5 de setembro), porém com um significado mais direcionado para homenagear os irmãos de laços familiares, como acontece na Índia.

Fonte: Calendarr

Portal C3 | Comunicação de interesse público | ComCausa

Emanoelle Cavalcanti

Jornalista social e acadêmica de psicologia.