Dia estadual da consciência do primeiro voto

As eleições estão chegando e muitas leitoras vão votar pela primeira vez. Quem tem entre 16 e 17 anos também pode votar, mesmo sendo facultativo, ou seja, o voto não é obrigatório.

Dia estadual da consciência do primeiro voto, dia 26 de junho (Lei nº 5645/2010), trata da importância do voto dos eleitores entre 16 e 17 anos.

Primeiro Voto

Qual a importância do primeiro voto?

– Vivemos em uma democracia representativa, onde os cidadãos brasileiros escolhem quais pessoas devem representá-los no governo e é por meio do voto que isso acontece. Votar pela primeira vez é participar desta escolha, é exercer a cidadania e se fazer parte dessa democracia.

O voto entre eleitores de 16 e 17 anos não é obrigatório. Você acha que, mesmo assim, os adolescentes devem votar?

– Eu acredito que o adolescente deve votar sim, mesmo que não seja exigido. O jovem tem a chance de escolher por si só quem ele acha competente o suficiente para representá-lo no poder, isso não deve ser desperdiçado.

Como escolher um candidato?

– Escolher um bom candidato é fundamental para não desperdiçar o voto, pois nada adianta ter o direito de votar e acabar elegendo pessoas que não estão interessadas no bem da sociedade. Então, o primeiro passo é conversar com os amigos e parentes para trocar opiniões, ler jornais e ficar atento às notícias. Depois é a hora de analisar o candidato e seus parceiros e colaboradores: um candidato nunca está sozinho! Junto com eles existem pessoas que trabalham para ajudá-lo. Fique atento ao passado do candidato, veja o que ele já fez de positivo para a comunidade, além de ser muito importante conhecer a pessoa que irá te representar pelos próximos 4 anos. É importante, também, analisar as propostas e as promessas de campanha, questionar sobre o plano de governo e o que ele pretende realizar em sua gestão. Porém, que o mais importa é saber votar com consciência, estar ciente de que não irá desperdiçar esse exercício de cidadania.

De que forma cobrar um candidato que foi eleito?

– Depois de eleito o candidato deve ser fiscalizado pela população, afinal, ela o elegeu e ninguém melhor do que ela para cobrar metas, planos e prazos. Atualmente temos uma grande aliada para isso, a internet. Através de redes sociais você pode divulgar os problemas na cidade e até mesmo conversar diretamente com alguns candidatos eleitos. Utilizar deste espaço da internet de modo construtivo para o progresso de sua cidade, estado ou país, isso se chama webcidadania!

Como acompanhar a vida pública na sua cidade?

– Ficar atento às notícias locais é um bom modo de acompanhar a vida pública em sua cidade. A população também pode comparecer às sessões da Câmara Municipal e ver de perto o que está sendo discutido e votado.

Como podemos combater a corrupção?

– Combater a corrupção começa com a atitude interna de nos sentirmos incomodados com ela e, então, tomarmos atitudes para combatê-la. E é apenas através da cidadania que isso pode ser feito. São ações simples: começar a fiscalizar o seu bairro, questionar sobre os porquês e cobrar, sem medo algum, os políticos.

Realmente, girls, é necessário prestar atenção em quem elegemos para nos representar (seja vereador, prefeito, deputado ou presidente). Assim não corremos o risco de colocar no poder alguém que não cumpra suas promessas! Fiquem de olho, hein?

Portal C3 | Comunicação de interesse público | ComCausa

Adriano Dias

Jornalista militante e fundador da #ComCausa