Dia Internacional de Atenção à Gagueira

O Dia Internacional de Atenção à Gagueira possui como objetivo informar as pessoas sobre o que é a gagueira e como ajudar a tratar esse transtorno neurobiológico de fluência da fala.

Gagueira é um distúrbio neurobiológico que afeta a fala, caracterizada pela disfunção desta, caracterizada por repetição de sons e sílabas ou por paradas involuntárias, que comprometem a fluência verbal.

O principal complicação da gagueira é a dificuldade que o cérebro tem de finalizar o som de uma palavra e começar a próxima logo em seguida, fazendo com que as pessoas tenham dificuldades para se expressar, demorem para completar uma frase, repetindo muitas vezes as mesmas sílabas.

Existem vários níveis de gravidade para a gagueira, dependendo do caso e do diagnóstico precoce, é possível fazer sessões de tratamento com um fonoaudiólogo para exercitar e praticamente curar o problema.

A origem da gagueira é psicomotora, ou seja, ela é caracterizada por repetições de palavras e sons de maneira involuntária.

“Todo sofrimento psicológico associado à gagueira é posterior à manifestação do transtorno. O gago não é gago porque é inseguro: ele fica inseguro porque é gago”, como bem descreveu Dafne Rossi, uma visitante do Portal Drauzio Varella.

Alguns Sintomas:

  • Repetição de palavras;
  • Dificuldade para iniciar uma palavra ou frase;
  • Ansiedade;
  • Isolamento social;
  • Baixa autoestima.

Como tratar:

O tratamento recomendado para esse distúrbio psicomotor envolve a intervenção imediata de um fonoaudiólogo e um psicoterapeuta. O profissional de Fonoaudiologia é necessário para melhorar a comunicação desse indivíduo e tratar para que não se torne crônico. Com isso, o profissional de Psicologia também torna-se essencial para que essa pessoa saiba lidar com seus sentimentos de insegurança, timidez, ansiedade durante a fala, entre outros. Por fim, também será importante a interação entre pais e filhos, manter uma comunicação sem interrupções e sem tentar adivinhar o que a pessoa está tentando dizer.

 

Fonte:

  • Calendarr
  • Portal Drauzio Varella/ entrevistas
  • Fernanda Papaterra Limongi – Gagueira

Portal C3 | Comunicação de interesse público | ComCausa

Emanoelle Cavalcanti

Jornalista social e acadêmica de psicologia.