Evaldo Santos e Luciano Macedo

O automóvel da família do músico Evaldo Santos foi atingido por mais de 80 disparos por soldados do Exército na tarde do dia 07 de abril de 2019. As cinco pessoas que estavam no carro iam para um chá de bebê: Evaldo, a esposa, o filho de 7 anos, o sogro de Evaldo – padastro da esposa -, e outra mulher.

O carro teria sido confundido com o de criminosos. Evaldo dos Santos Rosa, de 51 anos, morreu na hora. O sogro dele, Sérgio, foi baleado nos glúteos. A esposa, o filho de 7 anos e a amiga não se feriram.

O catador de materiais recicláveis Luciano Macedo, foi atingido ao tentar ajudar a família do motorista do veículo, o músico Evaldo Santos Rosa, que morreu no local. Ele morreu dias depois, em uma quinta-feira dia 18 de abril de 2019.

Evaldo Santos
Evaldo Santos

 

Luciano Macedo
Luciano Macedo

O Comando Militar do Leste (CML) afirmou que os agentes tinham respondido a “injusta agressão” de criminosos. Na manhã desta segunda, o CML disse que identificou “inconsistências” entre os fatos reportados pelos militares e informou que os agentes acabaram afastados.

Portal C3 | Comunicação de interesse público | ComCausa

 

 

Emanoelle Cavalcanti

Emanoelle Cavalcanti

Jornalista social e acadêmica de psicologia.