Faleceu em Lisboa aos 85 anos Nélida Piñon

Faleceu no dia 17 de dezembro Nélida Piñon aos 85 anos em Lisboa, ela foi  a primeira mulher a se tornar presidente da Academia Brasileira de Letras (ABL), eleita em 27 de julho de 1989 para a cadeira que tem por patrono Pardal Mallet, da qual é a quinta ocupante. Tomou posse em 3 de maio de 1990, recebida por Lêdo Ivo.

De origem galega, se formou em jornalismo pela Pontifícia Universidade Católica (PUC), durante a vida foi editora de diversas revistas no Brasil e prestava consultoria para entidades culturais.

Seu primeiro livro “Guia-mapa de Gabriel Arcanjo” foi publicado em 196, nele ela aborda a relação dos mortais com Deus, passando pelo pecado e pelo perdão. A sua relação Brasil e Galicia pode ser notada no romance “A república dos sonhos”, baseado em uma família de imigrantes galegos no Brasil.

Nélida colecionou prêmios pelo mundo, tendo sua obra traduzida em vários países, e foi também, académica correspondente da Academia das Ciências de Lisboa como também, em outubro de 2014, entrou na Real Academia Galega.

Portal C3 | Portal C3 Oficial | Comunicação de interesse público | ComCausa

João Oscar

João Oscar é militante de direitos humanos da Baixada e jornalista comunitário.