Baixada FluminenseBelford Roxo

Feminicídio: Mulher é assassinada a facadas em Belford Roxo e ex-companheiro é preso em flagrante

Uma funcionária da Prefeitura de Belford Roxo, na Baixada Fluminense, foi morta a facadas na manhã desta sexta-feira (29). Luciene da Silva Queiroz Barreto, 39 anos, foi atacada por seu ex-companheiro, Eduardo Lima Barreto, no bairro São Francisco de Assis, às 6h30, enquanto chegava para trabalhar como gari.

Luciene, que estava separada de Eduardo há pelo menos quatro meses e possuía três medidas protetivas contra ele, foi esfaqueada três vezes, uma na barriga e duas no tórax. A vítima trabalhava há seis meses na Secretaria Municipal de Conservação.

Apesar de ser socorrida por colegas e levada ao Hospital Municipal Jorge Júlio Costa dos Santos, conhecido como Hospital do Joca, Luciene não resistiu aos ferimentos.

Testemunhas do crime chegaram a agredir Eduardo enquanto ele tentava fugir. A Polícia Militar prendeu o suspeito em flagrante e encontrou duas facas em sua posse. Eduardo foi conduzido à Delegacia de Homicídios da Baixada Fluminense (DHBF) e autuado pelo feminicídio de Luciene.

Em nota, a Prefeitura de Belford Roxo lamentou profundamente a morte de Luciene e se solidarizou com a família, esperando que a justiça seja feita rapidamente.

Em nota, a Prefeitura Municipal de Belford Roxo lamentou a morte de Luciene. A gestão municipal disse ainda que se solidariza com a família e “espera que a justiça seja feita o mais rápido possível”.

Editoria Virtuo Comunicação

Projeto Comunicando ComCausa

Portal C3 | Instagram C3 Oficial

 

João Oscar

João Oscar é jornalista militante de direitos humanos da Baixada e colaborador da ComCausa