Inauguração da Casa da Mulher em Nova Iguaçu

Mais uma conquista para o mundo feminino. Nesta terça-feira (3), foi inaugurada pela Superintendência de Políticas para Mulheres (SPM), órgão ligado à Secretaria Municipal de Assistência Social (SEMAS), a Casa da Mulher, aumentando o atendimento para mulheres vítimas de abusos psicológicos, sexuais, físicos e patrimoniais, na maior parte das vezes, dentro da sua própria casa.

A inauguração foi movimentada pelas estatísticas que só vem crescendo a cada dia. Estudos feitos pela SPM, comprovam que o número de atendimentos às vítimas de violência doméstica vem crescendo nos últimos anos no Centro Especializado de Atendimento à Mulher de Nova Iguaçu (CEAM).Entre 2017 e 2021, 922 mulheres procuraram o equipamento pela primeira vez, sendo 28,3% somente no último ano. Se considerado o total de vezes em que todas elas receberam algum tipo de suporte da Prefeitura neste mesmo período, foram 7.256 atendimentos.

Dados apontam que o número de atendimentos continua aumentando este ano, somente no primeiro trimestre, 66 mulheres procuraram o CEAM pela primeira vez. O número é um pouco maior comparados ao dos três primeiros meses de 2021 quando 63 pessoas foram atendidas e 266% maior se comparado a 2017, ano em que 18 mulheres tiveram o primeiro contato com o espaço.

Além de suporte jurídico, psicológico e social que já eram oferecidos pela Prefeitura, a Casa da Mulher conta com cursos de capacitação de cabeleireira, manicure e designer de cílios. O local também tem uma brinquedoteca para crianças, que serão acompanhadas por profissionais, enquanto a mãe ou responsável é atendida.

A Casa da Mulher fica no prédio onde está situado o CEAM, na Rua Terezinha Pinto, nº 297, no Centro de Nova Iguaçu.

Portal C3 | Comunicação de interesse público | ComCausa

 

 

 

Alexia Tavares

Alexia Tavares é jornalista comunitária