Mãe de Hanry Silva ainda aguarda indenização

Márcia Jacintho, que teve seu filho, Hanry Silva, assassinado por policiais militares e ter sua morte forjada para parecer que era traficante, após 20 anos, mesmo tendo ganho – em todas as instâncias – indenização do estado, ainda não recebeu o dinheiro.

Hanry tinha 16 anos e voltava para casa, no Morro do Gambá, no Lins, na Zona Norte do Rio, quando foi atingido por um tiro no peito, Marcia teve que investigar sozinha a morte do filho e provar sua inocência.

Os dois PMs do caso foram condenados e expulsos da corporação, ambos colocaram um um revólver na mão de Hanry e 13 trouxinhas de maconha ao lado do corpo, para forjar um confronto.

Relembre o caso Hanry:

Memória: Caso Hanry Silva Gomes

Portal C3 | Portal C3 Oficial | Comunicação de interesse público | ComCausa

João Oscar

João Oscar é militante de direitos humanos da Baixada e jornalista comunitário.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *