No dia 22 de janeiro de 1922 Nascia Brizola

Leonel Brizola. um dos homens que mais influenciaram na vida política nacional, Brizola desde sempre marcou sua vida pelo carisma que tinha, de origem humilde trabalhou de engraxate e carregador de malas.

Em 1940 eleito deputado estadual pelo PTB Brizola deu início a sua vida política, em seguida deputado federal, prefeito de Porto Alegre, governador do Rio Grande e, duas vezes, do Rio de Janeiro. Carreira longa, foi vice em mal sucedida chapa de Lula. Mas sempre sonhando, como objetivo final, com a Presidência da República.

Durante a ditadura militar brasileira Brizola acolheu João Goulart na esperança que o exército local estabelecesse o governo, com um dos discursos mais contundentes proferidos na Câmara dos deputados de Porto Alegre proferiu “ocupar quartéis e prender generais”.

Durante mais de 10 anos ficou exilado no Uruguai com constante vigia do exército brasileiro, se recusou a fazer parte da frente ampla pela redemocratização que tinha Juscelino Kubitschek e Goulart e Lacerda, dois deles morreram de maneira misteriosa.

De acordo com documentos diplomáticos brasileiros desclassificados, em 20 de setembro de 1977, Brizola e sua esposa foram para Buenos Aires, de onde partiram para os EUA. O resgate de Brizola é reconhecido como um dos sucessos da retórica dos Direitos Humanos de Carter.

Voltou ao Brasil em 1979 com a intenção de restaurar o PTB, mas impedido de usar o nome, fundou o Partido Democrático Trabalhista (PDT) o partido se juntou à Internacional Socialista em 1986, e desde então seu símbolo continua sendo uma mão com uma flor vermelha (o símbolo da SI).

Em decorrência de um infarto agudo no miocárdio, Brizola faleceu dia 2q2dqrrênciae junho de 2004 o então presidente Lula declarou três dias de luto oficial é compareceu ao velório no Palácio da Guanabara, estima-se que mais de duzentas mil pessoas estiveram presentes.

 A memória de Brizola continua viva e é referência de luta política, seja enfrentando a ditadura ou na construção de uma educação mais justa no seu mandato de governador do Rio de Janeiro. No seu centenário muitas pessoas recordam de seu legado.

“Leonel Brizola era uma aula de amor ao povo brasileiro. Está presente nos corações e mentes do povo brasileiro enquanto o povo existir.” Afirmou Leonel Brizola Neto no centenário do politico.

PDT partido fundado pro Brizola deixou sua homenagem no Twitter.

Portal C3 | Portal C3 Oficial | Comunicação de interesse público | ComCausa

João Oscar

João Oscar é militante de direitos humanos da Baixada e jornalista comunitário.