Sala Lilás para acolhimento às vítimas de violência doméstica em Japeri

“Quando uma mulher apanha, toda família se machuca”. Com esta frase a psicóloga do Programa Viva Japeri, da Secretaria Municipal de Saúde de Japeri define os constantes ataques vividos pelas mulheres, que são submetidas a agressões físicas e até levadas à morte na cidade e em todo o país. Por conta disso, a Prefeitura inaugurou na tarde da última sexta-feira, Dia 26, a Sala Lilás para acolhimento às vítimas de violência doméstica.

O Novo espaço localizado na Policlínica Itália Franco (PIF), não foi escolhido por acaso. É ali que é a primeira porta de entrada de mulheres que chegam sozinhas ou acompanhadas de autoridades policiais após sofrerem algum tipo de violência. “Elas chegam aqui e muitas das vezes tentam esconder ou temem contar a verdade por estarem com o agressor ao lado”, conta a subsecretaria de Atenção à Saúde, Tatiana Soares da Silva.

Ela conta que ao chegarem, as vítimas passarão pela classificação de risco e logo serão encaminhadas à sala Lilás onde serão assistidas ao mesmo tempo por um médico e uma assistente social. Desta forma não precisará contar sua história mais de uma vez, evitando constrangimentos.

Para a secretária Municipal de Saúde, Ana Luiza Affonso, a integração entre os diversos órgãos é o que garantirá o sucesso das ações de proteção às vítimas de violência doméstica.  “Este é mais um importante equipamento de acolhimento a essas mulheres, que contarão com uma rede de apoio nos diversos setores”, contou a secretária, lembrando que no ano passado a prefeitura inaugurou o Centro Especializado de Atendimento à Mulher (CEAM).

Rede de apoio à mulher na Baixada Fluminense

A ComCausa lançou no dia 05 de fevereiro de 2021 a página de internet com a rede de apoio à mulher na Baixada Fluminense. O mapeamento – que está disponível no endereço ComCausa.net/redemulherbaixada – teve apoio do Centro Integrado de Atendimento à Mulher (CIAM Baixada), e será “constantemente atualizada junto as parceiras identificadas”, afirmado Emanoelle Cavalcanti que coordena o projeto. Telefone 55 (21) 99957-3821 | Email: [email protected] 

Portal C3 | Portal C3 Oficial | Comunicação de interesse público | ComCausa

Jailma Martins

Estudante de sistema de informação e colaboradora da ComCausa.