Terapia Assistida por Animais (TAA) e a pandemia

De acordo com Machado et al (2021), a terapia assistida por animais é um instrumento terapêutico, sendo o animal o principal método. Essa prática consiste em promover melhores resultados emocionais, físicos, cognitivos e sociais para o ser humano.  Esse instrumento possui como base a amizade entre indivíduo e o animal, sendo assim, qualquer espécie pode participar, desde que não apresente risco para o sujeito.

Friedman (1990) foi um dos principais pesquisadores da relação homem-animal, em seus estudos foi constatado que a TAA pode contribuir para três aspectos, como a diminuição da ansiedade, depressão, solidão e melhoramento no sistema simpático.

 A TAA pode ser aplicada em áreas relacionadas ao desenvolvimento psicomotor e sensorial, no tratamento de distúrbios físicos, mentais e emocionais, em programas destinados a melhorar a capacidade de socialização ou na recuperação da auto-estima. Os recursos da TAA podem ser direcionados a pessoas de diferentes faixas etárias,instituições penais, hospitais, casas de saúde, escolas e clínicas de recuperação. É fundamental o trabalho de uma equipe multidisciplinar capaz de escolher o método mais adequado a ser aplicado, acompanhando as atividades e o bem estar dos animais e dos pacientes, que irá refletir no benefício real da qualidade de vida dos mesmos (SAN JOAQUÍN, 2002).

 

TAA e a pandemia do Covid-19

O Coronavírus é um vírus que pode provocar infeção no ser humano, seus principais sintomas são doenças respiratórias, esfriado e febre (ULSBA, 2020). Um dos pontos principais da pandemia foi o distanciamento social, que despertou sensação de medo, ansiedade e insegurança na sociedade (Ramirez et al., 2020) A pandemia do covid-19 ocasionou grandes debates em relação a saúde mental e a importância do psicólogo durante esse processo de perdas e incertezas.

De acordo com a revisão da literatura, possuir um ou mais animais de estimação traz benefícios para a saúde mental da população adulta. Os adultos demonstram uma melhor saúde mental no que diz respeito aos níveis de ansiedade e de
sintomatologia depressiva (Straede & Gates, 1993). Os animais de estimação auxiliam na proteção à reação a episódios de stress agudo, assim como na diminuição de percepção do stress, aumento a tolerância ao stress psicológico (Allen et al., 2002; Singh et al., 2016).

De acordo com Straede e Gates (1993):

Referem-se que comparando adultos com e sem animais de estimação, os que possuem animais têm uma melhor saúde mental a nível de ansiedade e menor sintomatologia depressiva. No presente estudo não foram encontradas diferenças significativas, a nível das dimensões de Saúde Mental, entre quem tem e quem não tem animais de estimação. Neste estudo, foram observadas correlações significativas entre a EADS (Ansiedade, Depressão e Stress) e a LAPS (Vinculação Geral, Substituição de Pessoas e Direitos/Bem-estar Animais. Estas correlações demonstraram que níveis mais elevados de vinculação ao animal de estimação estavam associados a níveis mais elevados de saúde mental (Ansiedade, Depressão e Stress).Podemos concluir, que, apesar de os benefícios não terem sido mensuráveis através da medida de saúde mental utilizada (EADS), os animais de estimação foram percepcionados como tendo uma grande importância para o Ser Humano, em particular, na faixa etária abrangida neste estudo.

Conclusão

Os animais estão sempre prontos e dispostos a nos ajudar, com isso é nossa responsabilidade cuidar e respeitar esses seres vivos que contribuem para nossa saúde mental. A interação entre homem-animal ocorre a séculos, é notável que a presença de um animal trás benefícios para o individuo. A TAA é  medida cientificamente comprovada em garantir resultados benéficos para a saúde. Entretanto, no Brasil pesquisas relacionadas a esse técnica ainda são escassas. Nota-se a necessidade de novas pesquisas sobre a área.

Fontes:

MACHADO, Juliane de Abreu Campos; ROCHA, Jessé Ribeiro; SANTOS, Luana Maria; ADRIANA, Piccinin.. TERAPIA ASSISTIDA POR ANIMAIS (TAA). Revista Científica Eletônica de Medicina Veterinária, São Paulo, v. 10, n. 7, p. 01-07, jan. 2008.

Fragoso Pereira, Mara Julia, Pereira, Luzinete, Lamano Ferreira, Maurício Os benefícios da Terapia Assistida por Animais: uma revisão bibliográfica. Saúde Coletiva [en linea]. 2007, 4(14), 62-66[fecha de Consulta 5 de Octubre de 2021]. ISSN: 1806-3365. Disponible en: https://www.redalyc.org/articulo.oa?id=84201407

RAMOS, Ana Margarida Oliveira. Animais de estimação & Saúde Mental de adultos e idosos em tempos de Covid-19. 2021. 70 f. Tese (Doutorado) – Curso de Psicologia Clínica e da Saúde, Instituto Superior da Maia, Portugal, 2021.

Portal C3 | Comunicação de interesse público | ComCausa

Emanoelle Cavalcanti

Jornalista social e acadêmica de psicologia.