Ziraldo completa 90 anos

Hoje um dos mais ilustres cartunistas brasileiros celebra mais um ano de vida, Ziraldo, o criador do Menino Maluquinho, um dos quadrinhos mais famosos do Brasil.

Ziraldo Alves Pinto, nasceu na Caratinga, e aos seis anos de idade já tinha um desenho publicado no jornal Golha de Minas, se formou em Direito pela Universidade de Minas Gerais.

O Cartunista lançou a primeira revista em quadrinhos feita por um só autor, que também foi a primeira história em cores, A Turma do Pererê que foi um sucesso, foi retirada das bancas logo no início da ditadura militar em 1964.

Foi fundador e diretor do tabloide em oposição a ditadura militar no Brasil, “O Pasquim”, que também foi a causa da sua prisão na promulgação do AI-5.

O Menino Maluquinho nasce em 1980 e se torna seu maior sucesso, sendo adaptado na televisão e nos cinemas. Ilustrações de Ziraldo já figuraram em publicações internacionais como as revistas “Private Eye” da Inglaterra, “Plexus” da França e “Mad”, dos Estados Unidos.

Em 1960 recebeu o “Nobel” Internacional de Humor no 32º Salão Internacional de Caricaturas de Bruxelas e também o prêmio Merghantealler, principal premiação da imprensa livre da América Latina. No dia 3 de outubro de 2016 recebeu a Medalha de Honra da Universidade Federal de Minas Gerais em cerimônia presidia pelo reitor Jaime Arturo Ramírez no auditório da reitoria da universidade.

Na sua vida foi um homem de esquerda, foi filiado ao Partido Comunista do Brasil, junto de Niemayer, se filiou ao Psol e foi quem desenhou a logo que o partido usa até hoje.

Ziraldo conquistou prêmios e será eternamente lembrado por sua obra, o seu maior milagre foi se recuperar de um Acidente Vascular Cerebral (AVC) que o deixou na UTI em estado grave.

Portal C3 | Portal C3 Oficial | Comunicação de interesse público | ComCausa

João Oscar

João Oscar é militante de direitos humanos da Baixada e jornalista comunitário.