Dia Internacional das Drag Queens

0
12
Dia Internacional das Drag Queens
Dia Internacional das Drag Queens

No dia 16 de julho se celebra o Dia Internacional das Drag Queens: a arte que desafia padrões, experiência drag queen é uma prática que foge à expectativa social, pode, portanto, estar atrelada a pontos de viragem. Pontos de viragem são transformações relevantes na vida da pessoa que lhe permitem alternativas além do que é tido como possibilidade no meio cultural.

O nome da drag é uma variação do nome Lorelei de origem alemã que significa “sedutora”. Em uma antiga lenda alemã, Lorelei era o nome de uma bela e sedutora mulher que com sua voz assustadora levou marinheiros a naufragarem após colidirem com rochas no Rio Reno.

As drag queens de que falamos hoje começaram a surgir (especialmente nos EUA) nos anos 1950 e 60. No entanto, tiveram seu boom somente durante os anos 1980 e 90, coincidentemente, na época em que a cultura gay começou a se desenvolver. Na década de 1950 e 60 as Drags ainda eram muito subterrâneas e até criminalizadas.

A primeira pessoa conhecida a se descrever como uma “drag queen” foi William Dorsey Swann, nascido escravo em Hancock, Maryland, Estados Unidos, que na década de 1880 começou a hospedar bailes drag em Washington, D.C. com a presença de outros homens que antes eram escravos e frequentemente atacados pela polícia. Ele se tornou a primeira drag da história após conquistar a liberdade.

| Editoria Virtuo Comunicação

| Projeto Comunicando ComCausa

| Portal C3 | Instagram C3 Oficial