Baixada FluminenseNova Iguaçu

Adolescente estuprada por dois homens não foi atendida pelo delegado de plantão

Uma jovem de 15 anos denuncia ter sido vítima de agressão sexual por dois homens na Baixada Fluminense na última sexta-feira (3). A adolescente alega que o ato foi gravado e compartilhado nas redes sociais sem seu consentimento.

A vítima, que estava dormindo na casa de uma amiga em Nova Iguaçu, foi surpreendida por um grupo de nove rapazes. Ela relata ter sido obrigada a ingerir bebidas e, posteriormente, ter sido violentada por dois homens, um de 20 e outro de 22 anos. Exames médicos confirmaram as agressões.

Os vídeos do incidente, nos quais a jovem aparece inconsciente, foram divulgados nas redes sociais. Em uma das gravações, é possível ver uma criança dormindo na mesma cama enquanto a agressão ocorre. Outra menina, presente na cena, testemunha os acontecimentos.

A família da vítima só teve conhecimento do ocorrido quando os vídeos foram compartilhados online. “Recebi uma ligação perguntando se eu tinha visto os vídeos na internet, eram os vídeos do que fizeram com ela. Foi assim que ela ficou sabendo e disse: ‘Como assim? Eu não lembro de nada disso!’”, relatou uma das irmãs da vítima.

A família tentou registrar o caso na 58ª DP, na Posse, no sábado, mas afirma não ter sido atendida. “Nisso, por conta dos remédios, minha irmã começou a sangrar pela vagina e sentir muita dor. O delegado não nos atendeu, e não conseguimos finalizar o B.O”, acrescentou a irmã.

Dados do Instituto de Segurança Pública revelam que mais de 4 mil estupros foram registrados de janeiro a setembro de 2023 em todo o estado do Rio. A região metropolitana concentra a maior parte dos casos, totalizando quase 3 mil.

O delegado Roberto de Souza Cardoso, titular da 58ª DP, foi procurado para comentar o caso, mas ainda não respondeu. A assessoria de imprensa da Polícia Civil também foi contatada, mas até o momento desta atualização, não havia se manifestado.

| Editoria Virtuo Comunicação

| Projeto Comunicando ComCausa

| Portal C3 | Instagram C3 Oficial

João Oscar

João Oscar é jornalista militante de direitos humanos da Baixada e colaborador da ComCausa