Assassinos do irmão de Freixo são identificados

As investigações da 10ª Delegacia de Acervo Cartorário (Deac) apontaram os mandantes do assassinato de Renato Ribeiro Freixo, irmão do deputado Marcelo Freixo, e a tentativa de homicídio da companheira Renato, em Piratininga, em 2006.

Segundo investigações, o ex-PM Fabio Montibelo, que ocupou até março a presidência da Escola de Samba Porto da Pedra e é candidato a vereador em São Gonçalo. Além dos PMs Marcelo dos Reis Freitas e Alexandre Ramos.

Marcelo Freixo reclamou da demora de 14 anos para a conclusão da investigação: “Meu irmão foi uma pessoa brutalmente assassinada com 34 anos. Deixou duas filhas pequenas e uma família completamente dilacerada. Foi uma pessoa que só fez o bem no tempo em que esteve vivo e, 14 anos depois, a gente recebe a informação de que o inquérito foi concluído. É muito tarde, viu? É difícil dizer qual o sentimento que temos nesse momento”, disse o parlamentar. “A gente aguarda Justiça e não vingança”. Além de quebras de sigilo que ajudaram a chegar aos autores do assassinato, foram realizadas inúmeras buscas, ouvidas dezenas de testemunhas. A Policia Civil também desconstruiu os álibis dos acusados e ficou evidente que os mandantes tinham motivação. O inquérito foi encaminhado ao Ministério Público nesta quinta-feira dia 13 de agosto.

Portal C3 | Comunicação de interesse público | ComCausa

Adriano Dias

Adriano Dias

Jornalista militante e fundador da #ComCausa

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *