Agenda do Governo do Estado na Região Serrana

A sede do governo do estado do Rio de Janeiro será transferida por três dias para a Região Serrana para marcar os dez anos das chuvas torrenciais que causaram enchentes e deslizamentos de terra em janeiro de 2011.

Na agenda de atividades da comitiva liderada pelo governador, constam um sobrevoo pelos municípios mais atingidos, visitas a locais simbólicos, reunião com vítimas da tragédia, encontro com prefeitos e vistoria de obras de unidades habitacionais nos municípios de Nova Friburgo, Teresópolis e Petrópolis sediarão o governo, respectivamente, neste domingo (10), na segunda-feira (11) e na terça-feira (12). De acordo com a Governo do Estado, a finalidade é da população e discutir ações para prevenção de novas tragédias. Também estão previstos atos ecumênicos em memória às vítimas, homenagem aos bombeiros que trabalharam nas operações de resgate e anúncio de melhorias para a região.

A transferência da sede do executivo estadual consta em decreto assinado na última semana pelo governador em exercício, Cláudio Castro. Também foi instituído luto oficial nos três dias.

Veja agenda abaixo:

Domingo – 10/1 (Nova Friburgo)

10h – Cerimônia em homenagem aos profissionais e cidadãos que se dedicaram no enfrentamento à tragédia. Local: Quartel do Corpo de Bombeiros de Nova Friburgo – Praça da Bandeira, 1.027 – Centro

14h30 – Visita às obras de encostas no Jardim Califórnia. Local: Rua Alcindo Alves dos Reis – Jardim Califórnia  

16h30 – Lançamento do programa Limpa Rio. Local: Rua Alexandre Bachinni com Travessa Júlio Schottz – Córrego Dantas

18h30 – Inauguração da Casa do Trabalhador. Local: Avenida Alberto Braune, 223 – Centro

Segunda – 11/1 (Teresópolis)

9h – Café da manhã com associações de moradores e síndicos do conjunto habitacional Fazenda Ermitage Local: Capela Bom Jesus – Rua Álvaro Alvim, s/n° – Granja Florestal

11h – Lançamento da pedra fundamental do monumento em homenagem às vítimas. Local: Parque Sudantex – Rua Nilza Chiapeta Fadigas, 150 – Várzea

12h – Lançamento do programa Limpa Rio. Local: Parque Sudantex – R. Nilza Chiapeta Fadigas, 150 – Várzea.

14h30 – Fórum com prefeitos e secretários da Região Serrana. Locais: Hotel Alpina e Golf Clube – Rua Candido Portinari, 837 – Bairro do Golf.

17h – Coletiva de imprensa – Balanço sobre o fórum. Local: Hotel Alpina – Rua Candido Portinari, 837 – Bairro do Golf.

18h – Cerimônia em homenagem aos profissionais e cidadãos que se dedicaram no enfrentamento à tragédia. Local: Quartel do Corpo de Bombeiros – Rua Guandu, 680 – Pimenteiras.

Segunda – 11/1 (Petrópolis)

0h – Cerimônia de luto às vítimas da tragédia. Local: Quartel do Corpo de Bombeiro de Petrópolis – Av. Barão do Rio Branco, 1.957 – Retiro.

Terça – 12/1 (Areal e Patrópolis)

9h – Areal – Visita ao conjunto habitacional Granja Disco para lançamento da ETE, reservatório de água e acesso viário ao conjunto. Local:  Manuel Martins Junior s/n° – Centro de Areal.

10h30 – Petrópolis – Cerimônia de entrega de cheques do Agrofundo para 10 famílias da região; entrega de certificado de parceiro da agropecuária ao aplicativo de vendas JAEEMARKET; e entrega do selo Pet Friendly ao Hotel Le Canton. Local: Parque Municipal de Petrópolis – Estrada União Indústria, 10.000 – Italva.

11h30 – Petrópolis –  Lançamento das obras de recapeamento da RJ-134, de Pedro do Rio a Posse. Local: Rodovia RJ-134, Km 14.

15h30 – Encontro com empresários. Local: Firjan Serrana – Av. Dom Pedro I, 579 – Centro.

17h – Inauguração da Casa do Trabalhador. Local: Rua Doutor Porciúncula, 75 – Centro.

O um dos maiores desastres socioambientais natural do Brasil

O temporal de 11 de janeiro de 2011 foi previsto pelo Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet). Um aviso meteorológico especial foi emitido para o governo estadual por volta de 16h20. Pela noite e madrugada de terça para quarta, um grande volume de chuvas provocou enchentes e deslizamentos sete municípios: Nova Friburgo, Petrópolis, Teresópolis, Bom Jardim, São José do Vale do Rio Preto, Sumidouro e Areal. Foi considerado a maior catástrofe climática e geotécnica do país.

Um área estimada de 2.300 km², onde vivem mais de 713.000 habitantes, foi atingida. Segundo dados oficiais, quase 1000 pessoas morreram e cerca de 30 mil pessoas ficaram desabrigadas. Quase um anos depois, em agosto de 2012, a ComCausa participou de uma força tarefa convocada pelo Governo Federal, para tentar reduzir o número de quase 200 desaparecidos.

Odesastre foi comparado, por sua dimensão e danos, a outras grandes catástrofes, como a que devastou a região de Blumenau-Itajaí, em Santa Catarina, em 2008, e a provocada pelo furacão Katrina, que destruiu a cidade de Nova Orleans, nos Estados Unidos, em 2005. O desastre natural foi classificado pela ONU como o 8º maior deslizamento ocorrido no mundo nos últimos 100 anos,

Portal C3 | Comunicação de interesse público | ComCausa

Adriano Dias

Adriano Dias

Jornalista militante e fundador da #ComCausa

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *