Exposição apresenta acervo do Correio da Lavoura

A exposição para falar da história de 104 anos do jornal Correio da Lavourae do seu fundador Silvino Azeredo, já esta montada no TopShopping, na sala do programa Livros para Voar, no terceiro piso. 

A Praça Silvino de Azeredo, nome do criador do jornal Correio da Lavoura, terá uma exposição promovida pela Fundação Educacional e Cultural de Nova Iguaçu (Fenig) que vai contar um pouco da história do semanário centenário com imagens raras do jornal e de personagens que marcam a história da cidade. Após a exposição na praça, o acervo será levado para o TopShopping para a sala da Fundação Educacional e Cultural de Nova Iguaçu (Fenig). 

Robinson Belém de Azeredo foi editor-chefe do jornal Correio da Lavoura, o jornal mais antigo da cidade de Nova Iguaçu, com mais de 100 anos de circulação ininterrupta. O jornalista que era neto do fundador do jornal, Silvino Hipólito de Azeredo, cresceu em meio às máquinas de impressão e de escrever. Era apaixonado pela profissão e nos deixou aos 76 anos.

“O Correio da Lavoura é um patromônio cultural hostórico não somente de Nova Iguaçu, mas também de toda Baixada. Muito importante esta iniciativa de valorização de nossa gente”, disse Adriano Dias, jornalista fundador da ComCausa.

A exposição conta com o apoio e patrocínio da Prefeitura de Nova Iguaçu, através da Fundação Educacional e Cultural de Nova Iguaçu e da como da Secretaria Municipal de Cultura. 

 

Apoio:

Portal C3 | Comunicação de interesse público | ComCausa

João Oscar

João Oscar é militante de direitos humanos da Baixada e jornalista comunitário.