Notícias

Maria da Penha receberá proteção após ameaças de grupos extremistas e misóginos

A ativista Maria da Penha Maia Fernandes, um dos maiores símbolos da luta contra a violência doméstica no Brasil, receberá proteção especial após ser alvo de uma série de ataques de grupos de extrema-direita e comunidades conhecidas como “red pills” e “masculinistas”. Esses grupos, que se organizam em redes sociais para disseminar ódio contra as mulheres, têm intensificado suas ameaças contra a ativista.

Maria da Penha, que utiliza cadeira de rodas devido a agressões sofridas pelo ex-companheiro, é a figura por trás da Lei Maria da Penha, que endurece as penas para crimes de violência doméstica. A confirmação da proteção veio da ministra das Mulheres, Cida Gonçalves, que visitou Fortaleza para articular a segurança da ativista em parceria com o Governo do Ceará. Ela será incluída no Programa de Proteção aos Defensores de Direitos Humanos, destacando a importância de garantir a segurança daqueles que lutam pelos direitos das mulheres.

Além disso, a ministra Cida Gonçalves informou que a residência de Maria da Penha será transformada em um memorial, com o intuito de servir como referência no combate à violência contra a mulher e perpetuar o legado da ativista.

O Governo do Ceará, em conjunto com o Ministério das Mulheres, se comprometeu a reforçar a proteção de Maria da Penha, simbolizando um ato de resistência e solidariedade frente às ameaças de grupos extremistas. Esta ação também serve como um alerta sobre a necessidade contínua de combater a misoginia e proteger os defensores dos direitos humanos.

A ativista, cujo nome se tornou sinônimo de resistência e justiça para muitas mulheres brasileiras, continua a ser uma voz ativa na luta contra a violência doméstica, inspirando legislações e políticas públicas que visam proteger as vítimas e punir os agressores. A transformação de sua casa em um memorial busca não apenas homenagear sua trajetória, mas também educar e conscientizar a sociedade sobre a importância da luta contra a violência de gênero.

Saiba mais sobre a Maria da Penha e a lei que recebeu o seu nome:

Dia da Lei Maria da Penha

Editoria Virtuo Comunicação

Projeto Comunicando ComCausa

Portal C3 | Instagram C3 Oficial

Débora Barroso

Jornalista comunitária e colaboradora da ComCausa.

One thought on “Maria da Penha receberá proteção após ameaças de grupos extremistas e misóginos

Fechado para comentários.