Sensores de temperatura nos ônibus do Rio

Ônibus da cidade do Rio de Janeiro deverão ser equipados com sensores de temperatura. Os consórcios terão um prazo de sete meses para equipar todos as linhas.

A instalação dos sensores tem como objetivo, constatar irregularidades nos veículos. A Secretaria Municipal de Transportes, neste ano de 2022, aplicou um total de 715 multas por falta de ar condicionado nos veículos.

O prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes, comentou que os ônibus que viajarem com os ar condicionados desligados, não vão receber o subsídio integral.

No mês de julho, o município do Rio de Janeiro, passou a dividir os custos do transporte público com as empresas. A prefeitura especificou um valor fixo que os consórcios teriam direito com base no total de quilômetros rodados pelos ônibus, independentemente do total de passageiros que são transportados, a prefeitura passou a garantir com subsí-dios uma receita de valor mínimo para os consórcios, atualmente com o IPK no valor de R$ 7,07. .Já a partir de 2023, o IPK passa para o valor de R$ 9,17.

Portal C3 | Portal C3 Oficial | Comunicação de interesse público | ComCausa

Débora Barroso

Estudante de ciências sociais e colaboradora da ComCausa.