Autora do livro sobre João Cândido será entrevistada nesta sexta

A autora do livro “João Cândido e os navegantes negros: a Revolta da Chibata e a segunda abolição” estará participando de uma entrevista na Rede Estação Democracia.

A professora e escritora Silvia Capanema estará participando uma entrevista transmitida pelo site red.org.br, nesta sexta-feira dia 16 de dezembro, às 14 horas.

João Cândido e os navegantes negros: a Revolta da Chibata e a segunda abolição | Autora: Sílvia Capanema 

Sinopse: Em João Candido e os navegantes negros: a Revolta da Chibata e a segunda abolição, Sílvia Capanema aborda uma das insurgências sociais mais importantes do início do século XX no Brasil. Em 1910, quando marujos oriundos das classes populares, em sua maioria, pretos e pardos, nordestinos e nortistas apontaram canhões de navios contra a cidade do Rio de Janeiro, apenas vinte e dois anos haviam se passado da Abolição da Escravatura. O que este movimento denunciava em muito tinha relação com as torturas impostas aos africanos e seus descendentes nos mais de três séculos de escravidão, como por exemplo as punições corporais, muitas com uso da chibata, objeto que fora utilizado para castigar negros escravizados. Era reivindicado a supressão dessas punições, a substituição de superiores autoritários, o aumento do soldo, a melhoria na educação dos marujos, a redução do tempo de trabalho, a qualidade da alimentação e a categorização dos serviços prestados.

Emerge um líder nesta revolta – que ficou conhecida como Revolta da Chibata – o negro João Cândido (1880-1969), o “Almirante Negro”. O livro João Cândido e os navegantes negros, com a sábia inserção da expressão “segunda abolição” em seu subtítulo, por meio de um profundo e atento trabalho de pesquisa, reflexão e escrita de Sílvia Capanema, retrata este caso emblemático de luta de afrodescendentes e outros integrantes das classes populares por melhores condições de vida. Uma luta que segue vivaz nos integrantes desta população na atualidade brasileira e que a leitura desta importante obra nos faz compreender com maior nitidez e agudeza.

A autora Sílvia Capanema 

Professora adjunta (Maître de conférences) na Universidade de Paris 13-Nord desde 2010 e doutora em História pela École des Hautes Études en Sciences Sociales, EHESS, Paris (2009). Possui também mestrado em História pela École des Hautes Études en Sciences Sociales, EHESS, Paris (2004), pós-graduação (Master 1) em LLCE – Langues, Littératures et Civilisations Étrangères pela Université Blaise Pascal, Clermont Ferrand, França (2003) e graduação em Comunicação Social – Jornalismo pela Universidade Federal de Minas Gerais (2001). Tem experiência na área de Cultura Brasileira e História, com ênfase em História do Brasil século XIX e XX; República e Primeira República, atuando principalmente nos seguintes temas: Questões raciais, Cidadania, Mestiçagem, Marinha, Revolta dos Marinheiros de 1910, Acontecimento, Memória, Corpo, Imprensa, Caricatura, Escravidão e Pós-abolição, História Social e Cultural, Teorias da História. Tem ainda experiência na área de: Ensino de Língua Portuguesa e tradução francês/português, atuando principalmente: no ensino de Português Língua Estrangeira.

Portal C3 | Portal C3 Oficial | Comunicação de interesse público | ComCausa

João Oscar

João Oscar é militante de direitos humanos da Baixada e jornalista comunitário.